Postagens

Mostrando postagens de 2013

Cine-Debate - I SEMU

Imagem
"O Aborto dos Outros" (Carla Gallo, 2008) é um filme sobre maternidade, afetividade, intolerância e solidão. A narrativa percorre situações de abortos previstos em lei ou autorizados judicialmente, feitos em hospitais públicos, e situações de abortos clandestinos. O filme mostra os efeitos perversos da criminalização para as mulheres e aponta a necessidade de revisão da lei brasileira. Quer saber mais? Então participe do Cine-Debate sobre o tema que vai acontecer durante o I Seminário de Mulheres da UESC.
O documentário será comentado pela Professora Dra Milene Peixoto, e a participação de todas e todos é de extrema importância.
Inscreva-se logo no SEMU!

Inscreva-se já! O I SEMU vem aí!

Imagem

Olha só o que espera por você no I Seminário de Mulheres da UESC

Imagem
Universidade, mulheres do campo, diversidade sexual, Maria da Penha, opressão,saúde pública e movimentos sociais. Tudo isso você encontra no I SEMU.
Confira a programação completa aqui.

O SEMU tá chegando!

Imagem
Vamos discutir politicas para mulheres? Vem ai o I Seminário de Mulheres da UESC, o SEMU!

Com o tema “Desafios da luta feminista: porquê e para que lutamos”,  o SEMU pretende ser um espaço de diálogo aberto para mulheres e homens - estudantes ou não, onde serão discutidos temas atuais de suma importância para o reconhecimento da atuação feminina nas lutas sociais.

Coletivo Feminista Laudelina Campos de Melo

Imagem
O Coletivo Feminista Laudelina de Campos Melo (CFLCM) formado por mulheres com diferentes trajetórias de atuação, foi fundado em 08 de setembro de 2013. O CFLCM surgiu da necessidade de reconstruir um diálogo aberto entre a universidade e a comunidade, sobre as questões de gênero e sexualidade, e que pautasse a luta feminista sob diferentes perspectivas. Um grupo que compartilhasse essa preocupação, essa visão de mundo e de luta. O CFLCM constituiu-se no contexto da Universidade Estadual de Santa Cruz, mas desde sua concepção visa superar os muros da Universidade, trazendo a discussão feminista para diferentes contextos, fazendo com que suas pautas dialoguem com a luta popular e outros campos dos movimentos sociais.